sábado, junho 15, 2024

FEIPOL-CON, COBRAPOL e outras entidades são recebidas pelo Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia – DEM/RJ

Must Read

O encontro foi conseguido pelo Deputado Federal Alan Rick – DEM/AC, que firmou compromisso após o revés com relação a apreciação do veto da Lei 173/2020, veto esse mantido pela Câmara Federal. A ideia de Alan Rick e do Deputado Luiz Miranda – DEM/DF era o encaminhamento de um Projeto de Lei que pudesse garantir promoções e progressões dos servidores públicos da segurança pública e da saúde que estão na linha de frente do combate à COVID-19.

Sendo bem enfático sobre o tema, Rodrigo Maia disse que não poderia promover uma Lei que prejudicasse o que fora “conquistado” na Lei 173, mas caso conseguíssemos por parte da equipe econômica do Governo Federal um aval para uma lei nesse sentido, ele, Rodrigo Maia, não iria se opor quanto a natureza da matéria, mas adiantou que acha muito difícil que isso ocorra. “Maia foi enfático e não demonstrou qualquer simpatia pelo nosso pleito. Vale lembrar que o que buscamos agora já tinha sido garantido, mas o Presidente Bolsonaro vetou o trecho que diminuía os efeitos aos policiais civis e outros trabalhadores e, embora tenhamos trabalhado arduamente no Senado e na Câmara Federal para a derrubada do veto, os Deputados Federais, após intensa ação do governo e com promessas e ameaças acabou por garantir o veto presidencial, congelando direitos dos servidores até dezembro de 2021”, relembrou Marcilene Lucena.

Durante a reunião, o líder do Governo na Câmara Federal, Ricardo Barros – PP/PR esteve na Residência Oficial e o Deputado Alan Rick solicitou deste atenção à demandas dos policiais, tendo o Líder se prontificado a fazer uma agenda com representantes do governo com os deputados e os sindicalistas, mas alertou para a dificuldade da pauta. “Foi mais um esforço que reconhecemos e que não podemos perder de vista, mas além dessas ações políticas contamos ainda com sucesso da ADI do partido PODEMOS, por inciativa da COBRAPOL, que contou com o apoio do Deputado Léo Moraes de Rondônia que, assim como Alan Rick e Luiz Miranda sempre se mostraram solícitos às demandas dos policiais civis”, ponderou a Presidente.

A Reforma Administrativa também permeou a conversa com entre deputados e sindicalistas, mas Maia disse não ter compreensão do inteiro teor do documento que fora apresentado pelo Governo Federal e que por isso não poderia dar uma posição mais concreta. Os sindicalistas temem prejuízos graves às instituições policiais e seus profissionais. “A verdade é que há uma intensa ação do executivo e do parlamento para colocar na conta dos servidores públicos o preço da má gestão, corrupção e perca de arrecadação. Ou reagimos ou apenas iremos sofrer as consequências, assim como foi na Reforma Trabalhista, Previdenciária e deve ser assim também na Administrativa”, finalizou Marcilene.

Participaram da Reunião
Deputado Rodrigo Maia – Presidente da Câmara dos Deputados – DEM/RJ
Deputado Alan Rick – DEM/AC
Deputado Luiz Miranda – DEM/RJ
Deputado Ricardo Barros – Líder do Governo na Câmara dos Deputados – PP/PR
Marcilene Lucena – FEIPOL-CON
Evandro Baroto – COBRAPOL-FEIPOL-SUL
Itamir Lima – FEPOLNORTE
Assis e Flávio Wernek – FENAPEF
Marcelo Azevedo – FENAPRF

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
Latest News

Presidente da FEIPOL-CON fecha semanas de agendas em Brasília com reunião com o Presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Federal

As duas últimas semanas foram marcadas por intensas agendas da Presidente da FEIPOL-CON, Marcilene Lucena, no Congresso Nacional. Além...
- Advertisement -spot_img

More Articles Like This

- Advertisement -spot_img