sábado, junho 15, 2024

NCST-TO realiza I Seminário de Segurança Pública

Must Read

No último dia 06 de novembro, a capital do Estado do Tocantins sediou o I Seminário de Segurança Pública organizado pela NCST-TO, em parceria com a Associação dos Agentes de Polícia do Estado do Tocantins (AGEPOL-TO) e a Federação Interestadual dos Policiais Civis (FEIPOL). O evento debateu a construção de uma política pública de segurança; índices e perspectivas.

Para o presidente da NCST-TO, Cleiton Pinheiro, o evento foi um sucesso. “Tivemos excelentes palestras para os integrantes das forças de segurança pública, profissionais e acadêmicos interessados no tema. Foi um debate salutar em busca de soluções para os problemas enfrentados pela sociedade e a NCST-TO tem orgulho de ter dado esse passo”, argumentou.

O diretor de assuntos relacionados à Segurança Pública da NCST-TO, Ubiratan Rebello, também pontuou a relevância dos temas em debate. Segundo o Ministério da Justiça, entre as 50 capitais da América Latina e do Caribe, as 19 com o maior número de homicídios estão no Brasil. “Foi a primeira vez que o Pacto Nacional para a Redução de Homicídios foi tratado aqui em nosso Estado. É um programa da Secretaria Nacional de Segurança Pública que visa reduzir em 15%, até 2018%, o número de homicídios no país. No Tocantins, Palmas foi a cidade que registrou o maior número de homicídios. É nosso dever nos preparar e enfrentar a situação”, relatou Ubiratan, que também é da Agepol.

Outro assunto abordado foi o assédio moral e sexual às mulheres nos órgãos de segurança pública. Marcilene Lucena, representante da FEIPOL e integrante do grupo de trabalho do Ministério da Justiça que estuda o tema, destacou essa como uma das principais palestras. “Tivemos a honra de ter a Dra Tatiane Almeida conosco e ela apresentou os dados que mostram o quanto devemos nos preocupar e punir as situações de assédio às mulheres. Para nós do Tocantins, sem dúvidas, foi uma forma de conscientizar homens e mulheres sobre o assunto”, disse Marcilene.

PROGRAMAÇÃO
A programação do Seminário se desenvolveu ao longo de todo o dia, com início às 9 horas, no auditório do Palácio Araguaia, na Praça dos Girassóis. Participaram integrantes dos órgãos de segurança pública, entidades classistas da categoria, estudantes e membros da sociedade civil organizada.

A primeira palestra ficou com o juiz auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJ-TO), Esmar Custódio. Ele tratou do tema: “Sistema carcerário, Sistema socioeducativo e audiência de custódia”.

O segundo tema do dia ficou por conta do procurador-chefe do Ministério Público Federal no Tocantins. Álvaro Manzano falou sobre as “10 medidas contra a corrupção”.

A terceira palestra foi ministrada pela delegada da Polícia Federal e diretora da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Tatiane Almeida. Ela abordou o assédio sexual e moral às mulheres nos órgãos de segurança pública.

A última palestra do dia ficou com o representante do Ministério da Justiça, Maurício Rasi, que tratou do Pacto Nacional pela Redução de Homicídios.

Fonte: NCST-TO

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
Latest News

Presidente da FEIPOL-CON fecha semanas de agendas em Brasília com reunião com o Presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Federal

As duas últimas semanas foram marcadas por intensas agendas da Presidente da FEIPOL-CON, Marcilene Lucena, no Congresso Nacional. Além...
- Advertisement -spot_img

More Articles Like This

- Advertisement -spot_img