terça-feira, junho 25, 2024
Início Site

Presidente da FEIPOL-CON fecha semanas de agendas em Brasília com reunião com o Presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Federal

As duas últimas semanas foram marcadas por intensas agendas da Presidente da FEIPOL-CON, Marcilene Lucena, no Congresso Nacional. Além de visitas aos gabinetes de parlamentares na Câmara e no Senado, a Presidente visitou assessorias técnicas dos partidos buscando apoio para pautas importantes dos Policiais Civis. “O trabalho é intenso no Congresso Nacional. Temos pautas que nos afetam diretamente e outras que terão repercussão de alguma forma em nossas vidas funcionais e remuneratórias e precisamos estar atentos ao que acontece”, explicou a Presidente.

Um dos temas tratados com bastante atenção refere-se ao Projeto de Lei Orgânica Nacional que tramita em regime de urgência na Câmara Federal e cujo o relator já foi definido. O substitutivo apresentado no final do ano passado não contempla o consenso estabelecido entre as representações nacionais e o texto necessita de alterações para contar com os apoios dos Policiais Civis do Brasil.

O Presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, Deputado Sanderson, do Rio Grande do Sul, também recebeu a Presidente Marcilene, juntamente com o Presidente da COBRAPOL, Adriano Bandeira. Na discussão sobre a LONPC o Deputado colocou-se à disposição para discutir o tema, que para ele é muito importante para as Polícias Civis e para o próprio sistema criminal como um todo. “Importante esse contato com o Presidente da Comissão de Segurança. Além de Deputado, Sanderson é agente da Polícia Federal e conhece nossos desafios nas mesas de discussão e abriu a comissão que preside para esse debate, o que nos proporciona mais um canal para        aperfeiçoarmos o texto, se necessário”, declarou a Presidente Marcilene.

Durante estas semanas, uma das agendas da Presidente da FEIPOL-CON foram visitas a gabinetes das assessorias técnicas das Lideranças de alguns partidos importantes da Câmara Federal, fundamentais para a construção de caminhos políticos mais sólidos para consolidação das pautas dos Policiais Civis. Alguns contatos estabelecidos visavam apresentar a propositura da PEC de acumulação de cargos, que permite policiais civis atuarem, fora de seu horário de expediente, tanto na educação quanto na saúde. “A proposta, que é de autoria do Deputado Sargento Portugal, com a intervenção do SINDPOL-RJ e SINDPOL-RR é importante e um bom “estágio” para verificar nossa competência em emplacar propostas legislativas e como tem sido árduo essa nossa busca por espaço”, declarou a Marcilene.

Durante sua visita aos gabinetes, a Presidente Marcilene também esteve com o Vice-Governador do Tocantins, Laurez Moreira e mais uma vez intercedeu por uma aposentadoria policial justa em seu Estado.

A FEIPOL-CON continuará com seus esforços em ampliar a influência política da entidade, fomentando discussões em todos os âmbitos da administração pública e apresentando os temas que são caros aos policiais civis representados.

FEIPOL-CON reúne com Ministro do Trabalho e Previdência sobre registro do SINPOL-MT e Previdência Policial

Na tarde desta quarta-feira (18), o Ministro do Trabalho e Previdência, José Carlos Oliveira e sua equipe, recepcionaram em seu gabinete a Presidente da FEIPOL-CON, Marcilene Lucena, o Vice-Presidente Antônio Costa, o Presidente do SINPOL-MT, Glaucio Castañon, o Diretor Sindical, Itamir Lima, com a importante presença da Deputada Federal Professora Dorinha – União Brasil/TO.

Em pauta no encontro estava o registro sindical do Sindicato dos Investigadores do Estado do Mato Grosso, entidade consolidada, com mais de três décadas de existência e extenso histórico de lutas em seu estado e que há anos busca sua legitimidade jurídica junto ao Ministério do Trabalho. “O SINPOL-MT é uma entidade gigante, com uma das maiores estruturas administrativas e recreativas do Brasil e nossos esforços se concentraram em apresentar dados e informações para agilizar o quanto antes essa demanda junto ao órgão”, esclareceu Marcilene.

O Presidente do SINPOL-MT, Gláucio Castañon fez uma explanação minuciosa e apresentou um memorial com informações públicas, matérias jornalísticas, fotos da estrutura da entidade, comprovando a representatividade do sindicato que preside e da importância de sua existência e legitimidade para os investigadores do Mato Grosso. “Representamos quase dois mil filiados e buscamos um registro que formaliza de maneira ampla algo que na prática já executamos. Sabemos dos aspectos técnicos e queremos contribuir com informações diretas para essa aquisição que será para todos nós uma grande vitória”, explicou Castañon.

A equipe do Ministério, por meio do Sub Secretário de Relações do Trabalho, Sr Mauro Rodrigues, fez alguns apontamentos sobre as rotinas adotadas para agilizar e definir aspectos objetivos, técnicos e jurídicos para a concessão de registro sindical e apresentou algumas alternativas para agilizar a demanda apresentada pela FEIPOL-CON e SINPOL-MT. A Deputada Professora Dorinha contribuiu muito ao ponderar sobre a importância de uma entidade desse porte e uma categoria desta importância garantir sua representação oficial com o registro sindical. “Maior categoria sem amparo do ponto de vista formal. Queremos contribuir em busca de uma solução”, explicou a Deputada.

Após os encaminhamentos positivos para as ações que agilizarão a questão do registro do SINPOL-MT, a Presidente da FEIPOL-CON abordou outra pauta de grande importância para os Policiais Civis, que são as aposentadorias e pensões. Após breve explanação, Marcilene passou para Itamir Lima, que tem acompanhado e conhece boa parte dos textos reformistas em todos os Estados e tem feito um estudo sobre as diferenças entre as aposentadorias dos Policiais Civis. Itamir explicou que 22 Estados e o DF já reformaram suas Previdências e as diferenças entre os textos tornam a Polícia Civil do Brasil ainda mais desforme e seus profissionais desvalorizados, especialmente se comparado ao texto dispensado aos militares. Reforçou ainda o alto índice de doenças ocupacionais, físicas e psicológica que tem acometido cada vez mais profissionais da segurança pública e com os Policiais Civis a realidade passou a ser ainda mais dura pela certeza de uma pensão indigna a seus familiares.

O Vice-Presidente da FEIPOL-CON, Antônio Costa, destacou ainda a injustiça de haver trabalhadores de uma mesma carreira constitucional com regramentos diferente de aposentadoria, especialmente no que tange à paridade e integralidade, além de uma transição que não penalize quem começou trabalhar mais cedo, especialmente as mulheres.

A FEIPOL-CON está preparando um memorial informativo sobre a questão das aposentadorias e pensões e como os Policiais Civis e seus familiares estão sendo penalizados pelos textos covardes apresentados desde o advento da Emenda Constitucional 103/19. “Nunca podemos perder de vista esta pauta, pois tem tudo a ver com valorização de nossa categoria e a busca por uma Polícia Civil reconhecida e equilibrada em seus direitos. Agradecemos a disponibilidade do Ministro Oliveira e toda sua competente equipe. Gustavo Góes foi sensacional nas tratativas preliminares de nossa reunião e todos muito atenciosos, técnicos e comprometidos em nos atender de maneira qualificada. Em breve iremos nos reunir novamente e esperamos estreitar cada vez mais nosso relacionamento com essa importante pasta para os Trabalhadores do Brasil”, finalizou Marcilene.

A FEIPOL-CON reconhece os esforços do Ministério, o aperfeiçoamento das ações e a automação no que se refere aos registros sindicais que tem agilizado sobremaneira as demandas das entidades. Agradece ainda a presteza e solicitude do competente Ministro José Carlos Oliveira e sua equipe e a importante participação da Deputada Federal Professora Dorinha que mais uma vez reforçou sua disponibilidade para o atendimento das demandas dos policiais civis.

Participaram da Reunião:
Ministro José Carlos Oliveira
Deputada Federal Professora Dorinha
Luiz Felipe Batista de Oliveira – Secretário de Trabalho
Mauro Rodrigues de Souza – Sub Secretário de Relações do Trabalho
Gustavo Góes – Assessor do Ministro
Marcilene Lucena – Presidente da FEIPOL-CON
Antônio Costa – Vice-Presidente da FEIPOL-CON
Glaucio Castañon – Presidente do SINPOL-MT
Itamir Lima – Diretor Sindical

Senador Izalci Lucas, do PSDB/DF, congratula Marcilene Lucena, Presidente da FEIPOL-CON

O Senador Izalci sempre foi um grande parceiro nas pautas dos Policiais Civis e tem sido um grande parceiro na atuação política da FEIPOL-CON. “Agradeço as palavras sinceras do Senador Izalci que tem sido um grande aliado de nossa categoria no Senado Federal e certamente iremos precisar muito de seu auxílio no decorrer desses próximos 4 anos”, disse Marcilene.

Assista o pronunciamento do Senador no vídeo abaixo:

Senador Izalci Lucas (PSDB/DF) congratula Marcilene Lucena por sua reeleição na FEIPOL/CON.

Fonte: ASCOM / FEIPOL-CON

NOTA DE REPÚDIO

O ato de reivindicar, reunir e manifestar são constitucionais e o dever do Estado é garantir as condições necessárias para que tudo seja realizado de acordo com os ditames da Carta Magna e ações que contrariem essa condução democrática restam apenas a governantes inábeis, perseguidores e irresponsáveis.

A FEIPOL-CON se solidariza com os Policiais Civis do Estado do Paraná e informa que encaminhará seu repúdio às autoridades do referido Estado, colocando-se à disposição das entidades sindicais do Paraná para outras ações que possam ser pertinentes e necessárias.

Marcilene Lucena
Presidente

FEIPOL-CON elege Nova Diretoria Executiva para o quadriênio 2022-2026

Participantes do XVII CONFEIPOL CON.

Reunidos na manhã desta quinta-feira (07), durante os trabalhos do XVII CONFEIPOL-CON, representantes dos Sindicatos filiados à Federação Interestadual dos Trabalhadores Policiais Civis das Regiões Centro-Oeste e Norte e a Diretoria Executiva da entidade elegeram os novos membros para compor e gerir a Federação pelos próximos 4 (quatro) anos. As definições se deram por consenso e mantiveram a entidade sob a Presidência de Marcilene Lucena, que é escrivã do Estado do Tocantins, tendo, desta vez como Vice-Presidente, o Policial Civil de Goiás Antônio da Costa e 2º Vice-Presidente o Policial Civil Juliano Peterson, Presidente do SINDEPOJUC, entidade que representa os escrivães do Estado do Mato Grosso.

Depois de algumas horas de discussão os congressistas reunidos concluíram a composição de todo o grupo que liderará a FEIPOL-CON no próximo quadriênio e o entendimento é que o trabalho pode ser ampliado e aperfeiçoado com os novos que entram e com a experiências dos que permaneceram. “Democraticamente fizemos uma composição ainda mais forte, com o ingresso de novas entidades no processo eleitoral e renovando nossas energias para mais quatro anos de intensos trabalhos. Estou animada e tenho certeza que todos os eleitos estão determinados a fazer o melhor para nossa entidade continuar a crescer”, falou entusiasmada, a Presidente reeleita.

O XVII CONFEIPOL-CON trouxe grandes perspectivas sobre o futuro da FEIPOL-CON e sua influência nas lutas da categoria Policial Civil, tratando assuntos importantes como o Aperfeiçoamento da Gestão Sindical, Saúde Mental dos Profissionais da Polícia Civil, Importância dos Aposentados, dentre outros. Todos temas relevantes, que agregado aos temas do Congresso anterior, devem conduzir as ações da nova Diretoria e o Vice-Presidente eleito, Antônio da Costa comentou o assunto: “Não podemos perder de vista o que construímos nos últimos anos, mas precisamos ser ainda mais audazes para continuar avançando. Os últimos Congressos realizados nos trouxeram um direcionamento ainda maior para nossas ações e estou animado para mais essa missão. Agradeço a confiança do SINPOL-GO, na pessoa do Presidente Paulo Sérgio, na certeza que darei o meu melhor”, disse.

A FEIPOL-CON tem crescido em suas ações e na amplitude de seus trabalhos, muito por conta do ingresso de novas e importantes entidades. A filiação do SINPOL-GO e do SINDEPOJUC, ainda na gestão em curso, fez com que a entidade ganhasse ainda mais força em suas ações e encorpasse sua contribuição na luta nacional. “Muito feliz pela confiança depositada em minha eleição como 2º Vice-Presidente dessa entidade que aprendi a respeitar e valorizar. Estou determinado a contribuir de forma contundente com os trabalhos que iremos realizar, desta vez, não apenas compondo como entidade filiada, mas atuando junto a diretoria eleita”, disse Juliano Peterson.

Antônio da Costa, Marcilene Lucena e Juliano Peterson.

A Diretoria Executiva eleita inicia seus trabalhos já a partir do dia 14 de abril e a tendência é que seja realizada, em breve, uma reunião com todos os eleitos para o alinhamento das ideias e planejamento das ações para o quadriênio. “Os próximos anos certamente serão desafiadores e precisamos estar preparados. A ideia inicial é termos ações coordenadas onde todos possam atuar e dar sua contribuição, com o intuito de termos ainda mais eficiência naquilo que nos propusermos a realizar”, finalizou a Presidente Marcilene.

Lista dos Eleitos:

Presidente – Marcilene Lucena dos Santos

1º Vice-Presidente – Antônio da Costa e Silva Neto

2º Vice-Presidente – Juliano Peterson da Silva

Secretário Geral – Giancarlo Corrêa Miranda

1ª Secretaria Geral – Cecília Bastos Monge

Diretora Financeira – Heryka Simone Lopes Sales

1º Diretor Financeiro – Amaury José Pontes

Diretor Administrativo – Cléber de Souza Santos

1º Diretor Administrativo – Átila Ferreira de Lima

Secretário Executivo – Ubiratan Rebello do Nascimento

1º Secretário Executivo – Luciano Marinho de Moraes

Diretor Jurídico – Glaucio de Abreu Castañon

1º Diretor Jurídico – José Nascimento da Silva Sobrinho

Diretor Parlamentar – José Marcus Monteiro de Oliveira

1º Diretor Parlamentar – Charles Alessandro Pessoa

2º Diretor Parlamentar – Alexandre Barbosa da Silva

Diretor de Formação e Relações Intersindicais – Fábio Roberto Pereira

1º Diretor de Formação e Relações Intersindicais – Alessandro Jacometo

2º Diretor de Formação e Relações Intersindicais – Jader Soares Luz

Diretor de Imprensa, Comunicação e Divulgação – Darlan Sousa Silva

Diretor de Assuntos Trabalhistas, Previdenciários, Aposentados e Pensões – Kleyce Oliveira Silva

1ª Diretor de Assuntos Trabalhistas, Previdenciários, Aposentados e Pensões – Nadir Nunes Dias

2º Diretor de Assuntos Trabalhistas, Previdenciários, Aposentados e Pensões – Ernani Batista Lucena

Diretor de Esportes, Cultura e Lazer – Newton Reis dos Santos

1º Diretor de Esportes, Cultura e Lazer – Tito Rodrigues Lustosa

2ª Diretor de Esportes, Cultura e Lazer – Jaqueline Santana Santos

Diretor de Assuntos de Direitos Humanos e de Cidadania – Darcivaldo Melo de Souza 

1º Diretor de Assuntos de Direitos Humanos e de Cidadania – Sadisley Damasceno de Andrade

Diretor Social de Saúde e Bem Estar – Eufrásia Oliveira Campos Mourão

Diretor Habitacional e Cooperativismo – Luciano Mendes de Azevedo

Conselho Fiscal

Presidente – Hélio Lopes de Souza

Secretário – Antônio Bianco Neto

Membro – Rubens Cyles Pereira

Fonte: FEIPOLCON

Policiais Civis goianos elegem Nova Diretoria do Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás

Acompanhamos o trabalho e a gestão do sindicato durante esses anos e o salto de qualidade em tudo que foi realizado nesse período e estou certa que a Nova Diretoria está preparada para dar continuidade e ir além, sempre contanto com a FEIPOL-CON”, disse Marcilene Lucena, Presidente da entidade.

A Nova Diretoria comandará o SINPOL-GO durante o quadriênio 2022-2026 e será presidida pelo Agente de Polícia Civil Renato Ricardo Rodrigues. O novo presidente assumiu a missão com entusiasmo e está determinado a trabalhar arduamente pelos Policiais Civis do Estado.

“Me apresento aos Policiais Civis de todo o Brasil, sou Renato Rick e estou assumindo o grande desafio de dar continuidade ao excelente trabalho desenvolvido por nosso Presidente Paulo Sérgio, líder reconhecido e respeitado por todos os policiais civis do nosso estado. Sei do desafio e peço a Deus sabedoria e orientação. Com toda nossa diretoria esperamos dar andamento aos projetos já iniciado e termos uma nova gestão com atuação, enfrentamento e muitas vitorias, com a graça de Deus”, se apresentou o Presidente eleito.

A Presidente da FEIPOL-CON esteve prestigiando o processo democrático na Regional de Val Paraíso e cumprimentou os policiais que participavam do pleito na localidade. O processo ocorreu em 19 regionais e ao todo foram às urnas cerca de 600 policiais civis, sendo contabilizados 592 votos válidos, 4 votos brancos e 3 votos nulos. A Nova Diretoria será empossada no dia 17 de maio do corrente e possui a seguinte composição:

Presidente: RENATO RICARDO RODRIGUES (agente)

Vice-presidente: CHARLES ALESSANDRO PESSOA (escrivão)

2º vice-presidente: EUFRÁSIA OLIVEIRA CAMPOS MOURÃO (agente)

Diretor financeiro: FILIPE SILVA BANDEIRA (agente)

Diretor administrativo: HENRIQUE CESAR DE ARAÚJO (agente)

Diretor jurídico: JULIANA CARDOSO MACHADO (escrivã)

Diretor de comunicação: AURÉLIO RODRIGUES SILVA (agente)

Diretor social: JAQUELINE SANTANA SANTOS (datiloscopista)

Diretor desportivo: JOSÉ ALVES DA SILVA JÚNIOR (escrivão)

Diretor parlamentar: EPITÁCIO LEMES DE FREITAS (agente)

Secretário geral: DANIEL DE CARVALHO TOLEDO (auxiliar de autópsia)

2º secretário: BRUNA DANIELLA DE SOUZA SILVA (papiloscopista)

CONSELHO FISCAL

RICARDO VIEIRA DE MORAES (agente)

ELINEI COSTA LIRA (escrivão)

LÚCIO CLÁUDIO RODRIGUES CAVALCANTE (agente)

SUPLENTES

DANIEL INOCÊNCIO ROSA (agente)

NEY JOSÉ DA SILVA (agente)

A FEIPOL-CON realizará, na primeira semana de abril, o seu XVII CONFEIPOL, que será realizado na cidade Goiânia-GO e será um momento de interação e construção juntamente com a diretoria eleita. “Estaremos mais uma vez unidos como Federação e será uma excelente oportunidade para afinarmos nossas ações e continuarmos atuando juntos em prol dos Policiais Civis de Goiás e do Brasil”, finalizou Marcilene Lucena.

Empoderamento Político dos Policiais Civis e Valorização dos Aposentados foram os temas do VII CONFEIPOL-NE, evento com participação da FEIPOL-CON

Representações sindicais de várias regiões e estados compareceram ao evento que foi tido como um marco para Região Nordeste e um dos maiores eventos já realizados no que se refere à representação de Policiais Civis. “Fomos brindados com excelentes palestras, importantes debates e uma troca de experiências significativas, que certamente nos auxiliarão nos próximos passos para as entidades que representamos. Minha contribuição, na oportunidade de minha palestra, foi promover um roteiro de ações que acredito possam ser relevantes para o empoderamento feminino dentro de nossa categoria”, disse Marcilene Lucena.

O evento ocorreu concomitantemente a uma agenda de manifestações dos Policiais Civis de Alagoas, liderada pelo SINDPOL, na pessoa do Presidente Ricardo Nazário, que com maestria soube dividir as forças sem redução de ímpeto em qualquer frente de atuação. A Presidente Marcilene participou ainda dos atos promovidos em frente ao Palácio do Governo do Estado de Alagoas e destacou o espírito combativo e a atuação competente da Diretoria do Sindicato e da FEIPOL-NORDESTE: “O Presidente Edeilto Gomes dos Santos da FEIPOL-NE e sua equipe, se desdobravam entre os atos reivindicatórios e a realização do congresso e, sabendo do desafio que é realizar um evento como esse, aumentou ainda mais minha admiração por estas lideranças que muito me ensinaram durante estes magníficos dias que estive em Maceió.”

Além dos importantes conhecimentos e direcionamentos tomados e adquiridos com o CONFEIPOL-NE, importantes discussões ocorreram sobre o futuro das representações regionais e suas participações na composição da COBRAPOL, Confederação que agrega estas Federações que, juntas, representam os Policiais Civis do Brasil. “Debates intensos, divergências de opiniões e a busca por um processo idôneo que, essencialmente fortaleçam e unam as entidades e não as fragmentem. Que promovam uma transição que eleve nossa Confederação ao lugar de destaque que ela merece e, principalmente, que nos tornem representantes ainda melhores, na luta pela digna e competente representação dos homens e mulheres que representamos”, enfatizou Marcilene.

Em abril é a vez da FEIPOL-CON realizar seu XVII Congresso e a Presidente Marcilene fez questão de convidar as representações presentes ao evento do Nordeste, pois entende que a troca de experiências e o debate salutar fortalecem as lideranças e, consequentemente, aperfeiçoam os trabalhos realizado nas bases. “Convido todos a estarem conosco entre os dias 05 e 08 de abril, em Goiânia, capital do Estado de Goiás e estejam certos que nos esforçaremos para realizar um evento tão profícuo, objetivo e animado quanto os que nos brindaram aqui, em Alagoas”, finalizou Marcilene.

FEIPOL-CON convoca entidades para seu XVII CONFEIPOL-CON que, dentre outras atividades, elegerá a Nova Diretoria para o quadriênio 2022-2026

No evento, na solenidade de abertura, serão feitas homenagens a personagens importantes para a história da FEIPOL-CON e destaques no cenário Político da Região representada. “Não podemos avançar de forma eficiente para o futuro, sem termos gratidão por um passado repleto de lutas e pessoas que se doaram muito por nossa entidade e pelos Policiais Civis do Brasil. Pensando nisso, queremos adotar essa cultura de reconhecimentos aos que marcam positivamente nossa história”, destacou Marcilene.

Leia íntegra do Edital:

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

CONFEIPOL ELEITORAL

A Presidente da FEIPOL CON – Federação Interestadual dos Policiais Civis das Regiões Centro Oeste e Norte, CNPJ: 37.100.443/0001-64, com sede administrativa no SCS QUADRA 1 BLOCO “G” N. 30 – EDIFICIO BARACAT SALA 104, CEP: 70.309-900 – Brasília – DF, em cumprimento ao Art. 15 do Estatuto da entidade, CONVOCA os representantes dos sindicatos filiados, bem como Diretoria Executiva Interestadual, e CONVIDA os representantes de outras entidades representativas dos Policiais Civis para participarem do XVII CONFEIPOL neste ano ELEITORAL da FEIPOL CON, que será realizado entre os dias 05 e 08 de Abril de 2022, no Auditório do Hotel Quality Flamboyant, localizado na Rua 14, nº 46 – Jardim Goiás, CEP: 74810-180 na Capital Goiânia-GO, com a seguinte PROGRAMAÇÃO: 19H:30min de 05/04/2022 – Abertura Solene com homenagens e reconhecimentos a personagens importantes da história da FEIPOLCON; 06/04/2022 – 09h:00 – RETOMADA DOS TRABALHOS E AVISOS, 10h:00 Palestra com MARCELO AZEVEDO – Tema: A EVOLUÇÃO DO MODELO DA PRF E AS ESTRATÉGIAS APLICADAS, 14h00 – Palestra com ITAMIR ÁLISSON NEVES DE LIMA – Tema: GESTÃO SINDICAL E EMPODERAMENTO: AS PERDAS ACUMULADAS PELOS POLICIAIS CIVIS E AS MUDANÇAS PARA NOVOS RESULTADOS, 16H:30min – Prestação de Contas EXERCICIO 2021; 07/04/2022 – 09h:00 – ELEIÇÃO E POSSE PARA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELHO FISCAL DA FEIPOCON – Quadriênio 2022/2026 – A ELEIÇÃO OCORRERÁ DE FORMA HÍBRIDA (PRESENCIAL E ONLINE); 08/04/2022 – 08H:00 – ATIVIDADE EXTRA COM OS PARTICIPANTES DO CONFEIPOL.

Brasília-DF, 07 de Março de 2022.

MARCILENE LUCENA DOS SANTOS

Presidente da FEIPOL CON

SINPOL-GO se une a demais servidores públicos para cobrar recomposição salarial de 25,53% do Governo de Goiás

A proposta apresentada é de uma recomposição de 25,53%, valor que denota o interesse das entidades em abrir os diálogos e chegar a um consenso com o governo, mesmo que não atenda de maneira justa todas as perdas acumuladas nos últimos 6 anos, amargadas pelos servidores públicos. “Há categorias com índices e atrasos que correspondem também a governos anteriores que chegam a 36% e estamos abrindo mão de uma margem substancial para iniciarmos esse processo de negociação”, disse o Presidente do SINPOL-GO, Paulo Sérgio.

Outras reuniões devem ocorrer essa semana e já foi exposto que o governo irá parcelar o reajuste, mas os valores percentuais ainda estão sendo analisados. Segundo matéria do Jornal O Popular, em 15 de fevereiro, o Governador Ronaldo Caiado disse está cuidando do tema com sua equipe, mas afirmou que “não irá fazer promessas para não cumprir depois”.

A FEIPOL-CON acompanha o justo pleito da categoria dos Policiais Civis de Goiás e se une à mobilização da classe para o alcance de justiça salarial e entende a necessidade do envolvimento de todos para que a conquista pleiteada seja alcançada.

Investigadores e Escrivães do Mato Grosso se unem em prol de Restruturação de Carreira e podem iniciar “Operação Cumpra-se a Lei”

Uma Assembleia Geral Extraordinária – AGE conjunta, das categorias citadas, foi realizada na tarde da última quinta-feira (10) e um sinal para a execução da Operação Cumpra-se a Lei por parte da categoria já foi aprovada e, caso o posicionamento do Governo não mude até o dia 15/02, data da próxima AGE, investigadores e escrivães passarão a realizar em seu expediente de trabalho somente o que é estritamente legal, o que poderá comprometer sobremaneira os trabalhos investigativos e o atendimento nas unidades policiais de todo o estado do Mato Grosso. “Não é o que queremos, mas é um instrumento importante e que provará que, sem a voluntariedade e disposição de nossa categoria em ir muito além de suas funções todos os dias, a Polícia Civil para e, portanto, merecemos respeito do governo”, afirmou Glaucio Castañon, Presidente do SINPOL-MT.

A próxima Assembleia Geral Conjunta será realizada em frente à Secretaria de Segurança Pública e será a última cartada das entidades em busca de respostas condizentes com o que os profissionais que carregam a Polícia Civil merecem. “O canal de diálogo está aberto, mas apenas do nosso lado. Há dois anos buscamos respostas do Governo, mas não estamos tendo a atenção que merecemos e a paciência da categoria que representamos está acabando e estamos unidos”, destacou o Presidente do SINDEPOJUC, Juliano Peterson.

A reivindicação das entidades do Mato Grosso, representadas pela FEIPOL-CON, é justa, pois o reajuste pleiteado na Reestruturação mal cobre as perdas inflacionária dos últimos anos e a busca é por promover a justiça salarial e uma melhor organização das carreiras de Investigadores e Escrivães. “Estamos atentos às demandas de todas as nossas filiadas e uma ação mais enérgica parece ter sido a única alternativa deixada pelo Governo mato-grossense, que não abre as portas para o diálogo e, com isso, põe em risco o atendimento prestado nas unidades da Polícia Civil do Estado que, sem a determinação destes profissionais de fazerem muito além de suas funções legais, trava quase todos os serviços prestados pela Instituição”, ponderou Marcilene Lucena, Presidente da FEIPOL-CON.

A FEIPOL-CON está vigilante às demandas dos Investigadores e Escrivães do Mato Grosso e acompanha cada passo tomado pelas entidades em busca da melhor solução para suas dignas e justas reivindicações. “A Operação Cumpra-se a Lei” é uma ação que exige a união de toda a categoria para sua efetividade. Iremos subsidiar nossas filiadas com informações que as auxiliem nesse processo e conclamamos cada Investigador e Escrivão do Estado a se envolverem intensamente para o sucesso de suas pautas”, finalizou Marcilene.