sábado, junho 15, 2024

#governo

SINPOL-GO se une a demais servidores públicos para cobrar recomposição salarial de 25,53% do Governo de Goiás

Representantes dos servidores públicos do Estado de Goiás reuniram-se, na última sexta-feira (18), com o Secretário-Geral da Governadoria (SGG), Adriano da Rocha Lima, para tratar das perdas salariais acumuladas somente no atual governo de Ronaldo Caiado, que não pagou data-base durante toda sua gestão.

Investigadores e Escrivães do Mato Grosso se unem em prol de Restruturação de Carreira e podem iniciar “Operação Cumpra-se a Lei”

O silêncio do Governo do Estado do Mato Grosso frente à proposta de Reestruturação da Carreira dos Policiais Civis, uniu ainda mais investigadores e escrivães por meio de suas lideranças e entidades. Tanto o SINPOL-MT quanto o SINDEPOJUC, representantes de investigadores e escrivães, respectivamente, estão mobilizando suas bases para ações mais enérgicas para a abertura do canal de diálogo e avanço das demandas da categoria.

Presidente da FEIPOL-CON e entidades atendem à convocação do Governador do Tocantins e se reúnem em busca de solução para o aumento linear que...

Em mais uma rodada em busca de consenso, entidades representativas dos Policiais Civis tocantinenses atenderam à convocação do Governador Wanderlei Barbosa, no final da manhã desta quinta-feira (27), para mais uma tratativa a respeito do PCCS da categoria, desta vez com a participação de Secretários de Estado e da representação dos Delegados.

PGR emite parecer pela Inconstitucionalidade parcial, em ADI da COBRAPOL sobre Lei que congelou Salários e Progressões dos Servidores Públicos do Tocantins

No dia 03 de julho de 2019 a Confederação Brasileira dos Trabalhadores Policiais Civis – COBRAPOL, por meio da assessoria técnica do Escritório Manzano Advocacia, ingressou com a Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADI n.º 6.187/TO, questionando a Lei Estadual n.º 3.462/19, que dispõe sobre a suspensão de reajustes e de progressões funcionais, por vinte e quatro meses, dos servidores públicos do estado do Tocantins.

Governo asfixia sindicatos, mas libera recursos para setor patronal rural

Decreto garante dinheiro do Sistema S, destinado à aprendizagem, para entidades empresariais Uma entre as várias consequências da “reforma” trabalhista (Lei 13.467) foi o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical, que se tornou opcional. A falta desse recurso, sem a...

Centrais: frentes de trabalho contra apatia do governo

Na contramão do governo federal, as centrais sindicais querem dar uma guinada no cenário de recessão e crise que arrastou o trabalhador brasileiro para o desemprego e para a subocupação. De acordo com o IBGE são 13, 2 milhões...
- Advertisement -spot_img

Latest News

Presidente da FEIPOL-CON fecha semanas de agendas em Brasília com reunião com o Presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Federal

As duas últimas semanas foram marcadas por intensas agendas da Presidente da FEIPOL-CON, Marcilene Lucena, no Congresso Nacional. Além...
- Advertisement -spot_img